A provedora de Justiça disse esta quarta-feira que as indemnizações do Estado no âmbito dos incêndios de 2017 contabilizam 31 milhões de euros para ressarcir dano por morte e cerca de 11 milhões de euros para os feridos graves.

No âmbito de uma audição na comissão eventual de inquérito parlamentar à atuação do Estado na atribuição de apoios na sequência dos incêndios de 2017 na zona do Pinhal Interior, na Assembleia da República, em Lisboa, a provedora Maria Lúcia Amaral afirmou que os dois instrumentos de indemnização se trataram de «procedimentos extrajudiciais, de adesão voluntária», em que foi apresentada uma proposta de requerimento que os interessados poderiam dirigir à Provedoria de Justiça.

LEER MAS: JN