O incêndio, que deflagrou por volta das 03:00 da madrugada de hoje, destruiu perto de 500 processos e só foi controlado seis horas depois por uma equipa de bombeiros. «Os processos destruídos não são atuais. Tratavam-se de processos de há mais de 10 anos», observou a fonte do departamento de comunicação do Hospital Central de Maputo, acrescentando que não houve vítimas mortais nem feridos.

LER MAIS: MSN