O Tribunal de Contas já deu luz verde ao alargamento do sistema de videovigilância para a prevenção de incêndios florestais na Área Metropolitana do Porto, que não deve estar operacional antes do verão. O anúncio foi feito, esta sexta-feira, pelo presidente daquela estrutura, Eduardo Vítor Rodrigues, que na reunião do Conselho Metropolitano explicou que este sistema de videovigilância pode agora ser implementado, após o visto do Tribunal de Contas (TdC).

LER MAIS: JN