Perderam a vida 29 vítimas em incêndios urbanos em 2019 e cinco este ano. Casas energeticamente ineficazes e preço da luz são as principais razões. A falta de aquecimento nas casas portuguesas durante o inverno está diretamente ligada ao aumento do número de incêndios urbanos. Por causa deles, já morreram sete pessoas apenas este ano, 36 se somarmos este número às 29 vítimas registadas no ano passado, de acordo com a Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC).

LER MAIS: JN